Reflexão do dia 17 de Janeiro

a felicidade vem calmamente

"O problema conosco, os alcoólicos, era este. Exigíamos que o mundo nos desse felicidade e paz de espírito, porém, queríamos consegui-los numa ordem especial; pela rota do álcool. E não tivemos sucesso. Mas, quando com o tempo descobrimos algumas das leis espirituais e nos familiarizamos com elas e as colocamos em prática, então conseguimos felicidade e paz de espírito... Parecem existir algumas regras que temos que seguir, mas felicidade de espírito estão sempre ali, abertas e de graça para qualquer um."

DR. BOB E OS BONS VETERANOS PG. 308

A simplicidade do programa de A.A. me ensina que felicidade não é alguma coisa que eu possa "exigir". Vem para mim calmamente enquanto sirvo aos outros. Oferecendo minha mão para o ingressante ou para alguém que recaiu, descubro que minha própria sobriedade foi recarregada com gratidão e felicidade indescritíveis.